Sociedade | 03-05-2012 16:29

Fornos de carvão deixam de funcionar na Volta do Vale

Os quatro fornos de fabrico de carvão vegetal construídos num terreno particular da Volta do Vale, concelho de Coruche, que funcionavam desde Junho de 2011 com protestos da maior parte da população da localidade foram desmantelados pelo proprietário a 18 de Abril, data limite dada pela Câmara de Coruche para a demolição voluntária daquelas construções.Quando elementos da autarquia chegaram ao local para proceder à demolição coerciva, com apoio da GNR se necessário, depois de o terreno já ter sido tomado administrativamente, já funcionários da empresa de laboração dos fornos desmantelavam as construções feitas com tijolo e terra.“Os quatro fornos foram desmantelados, retiradas as coberturas e destruídas alvenarias. Não foi necessário tomar posse administrativa do terreno para fazer a demolição coerciva”, refere o vice-presidente da câmara, Francisco Oliveira (PS), lembrando que a data fixada inicialmente era 12 de Abril mas foi pedida mais uma semana pelo proprietário para proceder ao cumprimento daquela ordem. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo