Sociedade | 15-05-2012 13:05

Assaltante das portagens da A1 apanha mais 22 meses de prisão

O jovem envolvido no assalto às portagens da Auto-estrada do Norte (A1) em Santarém e que na fuga embateu num carro da GNR em Vila Franca de Xira, foi condenado a mais 22 meses de prisão efectiva por condução perigosa agravada pelo resultado morte e por condução sem habilitação legal. Ricardo Pinto, de 24 anos, já tinha sido condenado, num processo à parte, a três anos e meio de prisão efectiva pelo assalto à mão armada das portagens da A1 em Santarém, na noite de 08 de Novembro de 2008.Recorde-se que durante a fuga, o motociclo embateu numa viatura da GNR que tentava ultrapassar e o jovem que seguia atrás na moto acabou por ser atropelado mortalmente por outro carro patrulha que os perseguia. Pelo crime de condução perigosa agravada pelo resultado morte, o colectivo de juízes do Tribunal de Vila Franca de Xira aplicou a pena de 18 meses e, por condução sem habilitação legal, mais nove meses. Em cúmulo jurídico, o tribunal decidiu-se por uma pena única de 22 meses de prisão efectiva."Não era possível dar-lhe outra pena. Tendo em conta a condução que fez durante a fuga após o assalto, as manobras perigosas e o excesso de velocidade, em que alguns momentos chegou aos 200 quilómetros por hora, o facto de o senhor estar vivo é um milagre. Mas foram esta sua conduta e o circular desta maneira que provocaram a morte ao seu amigo. Foi uma sorte não ter havido mais vítimas", justificou a presidente do colectivo de juízes, Carla Ventura. A advogada do arguido não concorda com a pena aplicada ao seu cliente e vai recorrer da decisão.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo