Sociedade | 15-05-2012 13:20

Azambuja ajuda a comprar medicamentos e leite em pó para carenciadas

A Câmara de Azambuja irá comparticipar em 10 por cento a factura dos medicamentos das famílias carenciadas, num máximo de dez euros por mês, e ajudá-las com vinte euros mensais na compra de duas latas de leite em pó suplemento alimentar."Este projecto vai ajudar muitos agregados familiares que passam por graves dificuldades. Todos os dias há famílias a recorrerem ao nosso gabinete de Acção Social, mas não as podemos ajudar conforme elas também pretendem. Principalmente desempregados ou pessoas com pensões muito reduzidas. Esta iniciativa vai ajudar essas famílias mais carenciadas", explicou à Agência Lusa o vice-presidente da autarquia, Luís de Sousa.O protocolo de alargamento destas medidas de apoio social é firmado entre o município e as seis farmácias do concelho que aderiram ao projecto.Para terem direito à comparticipação nos medicamentos, os beneficiários terão de apresentar na farmácia um documento identificador emitido pelo município.A farmácia, por seu lado, fornecerá os medicamentos sujeitos a receita médica com um desconto de 10% sobre o valor total.O limite é de 10 euros mensais por agregado familiar. No mês seguinte à apresentação das facturas, a autarquia de Azambuja restituirá às farmácias o valor dos descontos efetuados.A ajuda para a compra do leite em pó como suplemento alimentar será de 20 euros - 10 euros por cada lata - no máximo de duas embalagens por mês.Estas medidas inserem-se no Programa de Apoio a Estratos Sociais Desfavorecidos (PAESD) do município."Neste momento não temos ideia de quantos agregados familiares é que irão beneficiar deste projecto, que entrará hoje em prática. Daqui a um mês faremos um balanço da iniciativa e quando fizer meio ano faremos uma avaliação para se perceber se é preciso melhorar alguma coisa", explicou o vice-presidente da autarquia.O PAESD do município de Azambuja já contemplava, através da atribuição de vales, o apoio à aquisição de carne e peixe, numa medida da autarquia para complementar o apoio em bens alimentares não perecíveis prestado por instituições de solidariedade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo