Sociedade | 15-05-2012 06:33

Queda de avião que vitimou dois jovens pode ter sido causada por interferência do passageiro

Queda de avião que vitimou dois jovens pode ter sido causada por interferência do passageiro
A interferência do passageiro no controlo do avião que caiu no campo de voo de Santo Estêvão, Benavente, provocando a morte deste e do piloto, pode ter contribuído para trágico o acidente no dia 3 de Abril. Esta possibilidade surge no relatório preliminar do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronave (GPIAA), que está a investigar o caso. "Aguarda-se uma análise microscópica das fracturas dos 'manches' e do tubo de torque do comando de profundidade (instrumentos que fazem o avião subir, descer e virar) para procurar determinar da probabilidade de interferência do passageiro no controlo da aeronave e tentar compreender as circunstâncias que levaram ao acidente", refere o relatório.O GPIAA está a avaliar todas as circunstâncias e o relatório refere ainda que "apesar de calcinados era possível notar a fractura do trem de aterragem com as duas pernas principais abertas para o exterior. Pelo aspecto das fracturas é de concluir que estas foram provocadas antes do incêndio". O gabinete apurou que o acidente ocorreu na quarta descolagem que o piloto Pedro Gonçalves, efectuou com o amigo Gonçalo.* Notícia desenvolvida na próxima edição impressa de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo