Sociedade | 16-05-2012 15:42

Já morreram quatro pessoas vítimas de acidentes na fábrica de pirotecnia que rebentou ontem

Já morreram quatro pessoas vítimas de acidentes na fábrica de pirotecnia que rebentou ontem
A explosão verificada ontem pelas 16h30 na fábrica de pirotecnia Martins& Martins, em Torres Novas, da qual resultou um ferido grave com queimaduras em 80 por cento do corpo, é o terceiro acidente do género ocorrido no local desde 1997. O balanço é de quatro mortos e três feridos. Em 14 de Julho de 1997, morreram no local Ana Maria Coelho de 33 anos e Adelino de Jesus de 58 anos, que se encontravam a manusear pólvora. Dois outros trabalhadores ficaram feridos na sequência das três explosões que destruíram por completo parte da fábrica situada no bairro de S. Domingos. A primeira explosão foi ouvida por volta da mesma hora da que ocorreu ontem,16h30. Pessoas que moravam na vizinhança disseram a O MIRANTE que já se tinham verificado explosões em anos anteriores mas sem tanta gravidade. Três anos depois, em Abril de 2000, uma sexta-feira, por volta das duas da tarde, Filomena Maria Antunes Lucas de 30 anos e José Joaquim Conceição Inácio Pernes Romão, de 39 anos, morreram na sequência de um incêndio e uma explosão no edifício onde procediam à moagem de produtos para fabrico de pólvora. A O MIRANTE o director técnico da empresa, Rui Martins disse que os vinte trabalhadores que tinha ao seu serviço tinham a consciência que trabalhavam num sector de risco e que isso não as impedia de trabalhar. "os operários sentem-se seguros. A prova é que tenho funcionários a trabalharem aqui há mais de 20 anos. Quando tivemos o outro acidente (1997) houve uma pessoa que se despediu mas passados seis meses voltou à empresa", afirmou. Num caso como noutro as entidades a quem compete fiscalizar ocorrências do género não divulgaram o resultado dos respectivos inquéritos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo