Sociedade | 17-05-2012 08:36

Águas do Ribatejo garante cobertura de saneamento superior a 90 por cento em Salvaterra de Magos

A empresa intermunicipal Águas do Ribatejo garante que até ao final deste ano o concelho de Salvaterra de Magos vai ficar com uma taxa de cobertura de saneamento de mais de 90 por cento. A construção e remodelação de sete Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) e de 55 quilómetros de condutas já estão a permitir recolher e tratar as águas residuais de grande parte da população.Os munícipes não vão pagar qualquer valor pela ligação aos novos sistemas de saneamento desde que realizadas nos prazos e condições previstas. Neste momento está a ser concluída a ampliação da rede de saneamento em Foros de Salvaterra com um custo de 0,5 milhões de euros. Já estão em fase de adjudicação duas empreitadas para extensão da rede em Foros/Sesmarias e Estanqueiro com um valor base de 1,4 milhões de euros e em Marinhais com um custo previsto de 1,3 milhões de euros.Desde a entrada em funcionamento da Águas do Ribatejo, em 2009, a empresa construiu quatro novas estações de tratamento de águas residuais em Glória do Ribatejo, Granho, Foros de Salvaterra e Várzea Fresca e a estação elevatória de Salvaterra de Magos. As ETAR de Salvaterra de Magos, Muge e Marinhais foram remodeladas e dimensionadas para o crescimento populacional previsto.A Águas do Ribatejo construiu também 55 quilómetros de condutas para as redes de drenagem. Só na freguesia do Granho foram investidos 1,2 milhões de euros na colocação de colectores gravíticos e sistemas elevatórios. Em três anos, a empresa investiu 7,5 milhões de euros nas seis freguesias. Todas estas obras fazem parte do investimento previsto de 15 milhões de euros, com financiamento da União Europeia e de capitais próprios da empresa, a realizar no concelho de Salvaterra de Magos até 2015.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo