Sociedade | 18-05-2012

Discussão do Orçamento Participativo em Alverca acaba com insultos

A última sessão de discussão do Orçamento Participativo do concelho de Vila Franca de Xira, realizado na cidade de Alverca na noite de 17 de Maio, ficou marcada por várias ofensas e insultos.O caldo entornou-se quando um morador da cidade, Mário Sá Pereira, usou da palavra para discordar da forma como as sessões são promovidas pela Câmara Municipal. O munícipe acusou os vereadores socialistas Fernando Paulo e Alberto Mesquita, que dirigiram a sessão, de “atitudes antidemocráticas” e de se servirem da sua posição na câmara para favorecimento próprio em detrimento das populações. Alberto Mesquita, que é também vice-presidente do município, não conseguiu conter a revolta pelas acusações de que estava a ser alvo e respondeu ao munícipe. “Estas coisas tiram-me do sério. Você vem com esta arrogância intelectual para ofender. E eu não lhe admito isso. Se o senhor é honesto e rigoroso não é mais do que eu”, respondeu o autarca. A discussão entre ambos só baixou de tom quando outros participantes na sessão pediram a palavra. Mesmo assim as picardias entre os moradores continuaram até ao final da sessão.Na sessão participativa de Alverca os moradores elegeram como áreas prioritárias para apresentação de projectos a requalificação do edificado existente, promoção ambiental e sustentabilidade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo