Sociedade | 27-05-2012 08:53

Inspector de veículos de Almeirim agredido aceita acordo na primeira sessão de julgamento

O condutor acusado de agredir um inspector de automóveis de Almeirim aceitou pagar as despesas que o profissional do centro de inspecções teve com o caso num acordo obtido na primeira sessão de julgamento. Joaquim C., que ia responder no tribunal da cidade por um crime de ofensas à integridade física, depois de o Ministério Público ter deixado prescrever a queixa por injúrias praticadas na mesma altura, concordou em pagar ao queixoso 750 euros de indemnização mais as custas do processo judicial. O arguido incorria numa pena de prisão até três anos ou multa.Desta forma o arguido evitou o julgamento e uma possível condenação pelo juiz, já que no âmbito do acordo Tiago Raposeira desistiu da queixa. O caso remonta a Julho de 2009 quando o inspector técnico de veículos reprovou a viatura que o condutor levou à inspecção. Este não terá gostado da decisão e terá partido para a agressão. Outros profissionais que estavam no local na altura eram testemunhas do processo que começava a ser julgado no dia 24. O arguido além do pagamento acordado também pediu desculpas ao queixoso na sala de audiências perante o juiz. O caso remonta a 9 de Julho de 2009.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo