Sociedade | 31-05-2012 08:34

Canil de Rio Maior sem falta de ração e água para cães

O canil de Rio Maior funciona bem, dentro das dificuldades do momento, e não faltam alimentação e cuidados básicos aos cães que ali estão a ser cuidados. A garantia partiu do vice-presidente da autarquia, Carlos Frazão, na última reunião de câmara depois de denúncias que chegaram via correio electrónico e difundidas via facebook à associação SOS Animal.Carlos Frazão desmente que os animais lutem por comida no canil até à morte, que exista falta de ração ou que não seja disponibilizada água e comida durante o fim de semana, como indicava a mensagem, e que apelava à mobilização para se conseguir entregar ração no canil.“Este tipo de informação denigre a imagem do canil e do veterinário municipal. Canil possuía até 2011 57 lugares ocupados de 80 disponíveis, sal de adopção e gabinete veterinário. Às vezes falta dinheiro mas sempre respeitámos o canil. Em 2010 o município gastou 3.600 euros em alimentação e noutros produtos para o canil. Em 2011 foram 4.200 euros enquanto em 2012, até 22 de Maio, tinham sido gastos 2.200 euros”, descreveu o vice-presidente para desmentir os comentados problemas no canil.O vereador Nuno Malta já tinha garantido a O MIRANTE anteriormente que responsáveis da SOS Animal já tinham ido comprovar as condições da salubridade e garantia de apoio em alimentação e água aos cães do canil.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo