Sociedade | 05-01-2013 08:43

Construção de ecocentro adiado em Salvaterra de Magos

A construção do Ecocentro que estava projectado para um terreno entre o Granho Novo e Marinhais está novamente adiada. Depois de se arrastar por vários anos no orçamento da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, a obra passou para a alçada da empresa intermunicipal Ecolezíria. A presidente do município, Ana Cristina Ribeiro (BE), explica que de momento a Ecolezíria está à procura de financiamento na União Europeia para poder avançar com o projecto. “Já enviamos toda a documentação necessária do projecto, mas recebemos a informação que não existem verbas para avançar”, referiu na última reunião pública da autarquia.O vereador do PS, João Simões, aproveitou para chamar ainda a atenção para a “forma abusiva” como alguns munícipes utilizam os contentores de resíduos sólidos e os ecopontos espalhados no concelho e apelou à criação de um regulamento municipal para punir os prevaricadores. Ana Cristina Ribeiro respondeu que está a pensar em realizar uma campanha de sensibilização para os munícipes, embora acredite muito pouco que “as pessoas não sabem usar devidamente os contentores e ecopontos”.Os ecocentros são áreas vedadas e vigiadas, com contentores de maiores dimensões, que permitem a deposição selectiva de resíduos que, pelas suas dimensões e quantidades, não são passíveis de serem colocados nos ecopontos nem podem ser recolhidos pelos meios normais de recolha de resíduos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo