Sociedade | 06-01-2013 07:43

Colectividades não querem pagar uso do pavilhão da Comissão de Festas de Marinhais

O pavilhão que está a ser usado pela Comissão de Festas de Marinhais está a gerar alguma polémica na vila. A comissão resolveu cobrar cerca de 50 euros às outras colectividades, para ajudar na manutenção, sempre que estas utilizem o espaço. O descontentamento tem crescido entre algumas associações que defendem que o pavilhão é de todos. A presidente da Junta de Marinhais, Fátima Gregório (PS), confirma que a situação está a gerar algum desconforto e pretende realizar uma reunião entre todas as colectividades para se chegar a um acordo. O terreno onde está construído o pavilhão de Marinhais é da junta, tal como o próprio pavilhão, embora não exista qualquer escritura. Há cerca de 40 anos, o povo juntou dinheiro para mandar erigir o pavilhão, mas nunca se legalizou a situação. O que está estipulado verbalmente é que sempre que existe uma Comissão de Festas em Honra de São Miguel do Arcanjo é da sua responsabilidade a utilização do pavilhão, caso contrário a gestão é assumida pela junta. A junta é a responsável pelo pagamento da água e luz do recinto, quer exista ou não comissão.

Mais Notícias

    A carregar...