Sociedade | 07-01-2013 01:40

Câmara de Ourém negoceia preços de água com EPAL

A Câmara Municipal de Ourém vai negociar o contrato que estabeleceu com a Empresa de Águas Livres de Portugal (EPAL) no sentido de reduzir o "tecto" de pagamento instituído anualmente pelo consumo de sete mil metros cúbicos diários. Interpelado a explicar o processo pelo vereador social-democrata Luís Albuquerque, em sessão camarária, o presidente da autarquia, Paulo Fonseca (PS) explicou que o consumo público é inferior pelo que o mesmo cifra um prejuízo mensal na ordem dos 227 mil euros. De acordo com o autarca, a renegociação do contrato estabelecido há vários anos com a EPAL vai permitir aos cofres do município uma poupança superior a 1 milhão de euros, até 2019, quando o mesmo finda.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo