Sociedade | 09-01-2013 00:03

Transferência total da GNR para edifício do Governo Civil de Santarém pendente de obras

Parte da mudança do comando territorial da GNR de Santarém para as antigas instalações do Governo Civil já foi feita, estando o imóvel a ser partilhado com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. No entanto, ainda é necessário adequar o edifício às necessidades da Guarda para que se conclua essa transferência na totalidade.A informação foi dada na segunda-feira pelo deputado do PSD Vasco Cunha, que com os outros parlamentares social-democratas eleitos pelo distrito de Santarém visitou os comandos da GNR e da PSP na cidade. Além de obras no edifício também vão ser necessárias obras de arranjos exteriores. A GNR vai tentar fazer as obras com recursos a fundos comunitários, informou.A redução de efectivos foi outro assunto abordado. Desde 2009 que houve uma redução de cerca de uma centena de militares dispondo actualmente a GNR de cerca de um milhar de agentes para todo o distrito.Durante a visita ao comando distrital da Polícia de Segurança Pública de Santarém também foi abordada a questão das instalações, que são antigas e precisam de manutenção. Segundo dados da PSP, a criminalidade nas suas áreas de actuação desceu em relação a 2011. A principal preocupação dos agentes é o furto a habitações. Aumentou também a intervenção da PSP na detenção de armas proibidas, estupefacientes e alcoolemia. Também o número de efectivos não é o suficiente. Para um bom desempenho em toda a linha de actuação seriam necessários mais 90 ou 100 efectivos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo