Sociedade | 11-01-2013 13:23

Dívida da Junta de Alhandra com 18 anos vai começar a ser paga a prestações

Foram precisos 18 anos para a Junta de Alhandra chegar a acordo com a ADSE - Direcção-Geral de Protecção Social aos Trabalhadores em Funções Públicas para o pagamento a prestações de uma dívida de 27 mil euros. A ADSE adiantou a verba para pagar despesas médicas de um filho de um funcionário da junta que acabou por falecer, mas a autarquia nunca liquidou o valor. Agora conseguiu-se acordar um pagamento em prestações de 500 euros mensais.Ao longo dos anos os vários executivos da junta tentaram chegar a acordo com a ADSE no sentido de pagarem a dívida em prestações mas nunca foi conseguido um acordo entre as partes, porque a ADSE preferia um número de reduzido de prestações para não prolongar a liquidação do montante por muitos anos. Agora com o pagamento em quase cinco anos, a junta pode resolver o problema e continuar a ter dinheiro para as suas despesas de funcionamento num quadro económico complicado.NOTÍCIA DESENVOLVIDA NA EDIÇÃO SEMANAL

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo