Sociedade | 14-01-2013 00:22

Moradores de Vialonga revoltados com deficiente recolha do lixo

Os moradores da Quinta da Flamenga em Vialonga, concelho de Vila Franca de Xira, estão revoltados com a má recolha do lixo na urbanização e querem que a câmara municipal reforce a quantidade de contentores disponíveis. Numa das zonas da urbanização estão disponíveis pouco mais de 8 contentores e duas ilhas ecológicas para mais de 500 famílias. A situação obriga muitos moradores a deixar o lixo nas ruas porque os contentores e ilhas existentes não têm capacidade para receber o lixo de toda a gente que ali vive. A piorar o cenário está o facto de existir uma grande quantidade de animais abandonados que rompem os sacos do lixo doméstico em busca de comida e acabam por espalhar o lixo pelas ruas, numa situação insalubre que alguns moradores dizem ser um “caso de saúde pública”. O presidente dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Vila Franca de Xira, Vale Antunes (PS), admite que a recolha tem sofrido perturbações devido à avaria de uma das viaturas de recolha e explica que muitas vezes, nas ilhas ecológicas, estas ficam cheias devido a um uso incorrecto dos moradores. “Muitas vezes as ilhas estão vazias mas ficam estranguladas à entrada com cartões e outro lixo que os moradores não deviam meter”, lamentou o autarca, na última reunião pública do executivo de Vila Franca de Xira. Vale Antunes assumiu o compromisso de enviar ao local vários responsáveis dos SMAS para estudar soluções para o problema, que podem passar pela disponibilização de mais contentores do lixo.* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo