Sociedade | 21-01-2013 00:16

Ambulâncias velhas e avariadas são dor de cabeça para novo comandante de Azambuja

As seis ambulâncias do quartel dos bombeiros de Azambuja estão velhas, avariadas e a precisar de substituição urgente mas não há dinheiro para comprar novos veículos. O alerta é do novo comandante da corporação, Armando Baptista, que está no comando há um mês e meio. Apesar da situação o responsável garante que o socorro às populações não está posto em causa e que ainda vai valendo o empenhamento dos bombeiros em cada uma das situações de emergência. “Em termos de veículos de desencarceramento e combate a incêndios estamos bem servidos mas temos dificuldades na saúde, fundamentalmente nas ambulâncias de socorro. O nosso parque automóvel está velho e cansado. Quase todos os dias temos uma ambulância na oficina, ou porque se avariou uma vela ou a junta da cabeça”, lamenta a O MIRANTE. Recorde-se que a corporação está a enfrentar graves problemas financeiros resultantes da quebra dos serviços de transporte de doentes, o que obrigou a corporação a dispensar onze colaboradores em 2011. Actualmente os bombeiros de Azambuja vão conseguindo manter os restantes 14 postos de trabalho.* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo