Sociedade | 24-01-2013 18:05

Viúva de militar apanhada com armas de guerra em Vila Franca e Cartaxo

Viúva de militar apanhada com armas de guerra em Vila Franca e Cartaxo
Uma mulher, viúva de um militar, foi constituída arguida esta tarde no seguimento de uma investigação da Polícia de Segurança Pública que encontrou 26 armas de fogo e diverso material de guerra nas residências desta em Vila Franca de Xira e no Cartaxo. Em comunicado a PSP refere que a mulher é viúva de um militar do exército falecido há 13 anos e que as investigações já duravam há quatro meses, resultado de uma denúncia por ameaça, que viria a permitir a realização de buscas às residências da mulher. Entre as armas apreendidas estão duas pistolas de alarme com carregador, duas carabinas, duas armas de caça, uma pistola de calibre 7,65mm e um revólver de calibre 32. A mulher tinha também na sua posse 16 punhais, 2 espadas e sabres com bainhas em metal, nove carregadores de pistola e mais de 1600 munições de vários calibres, bem como 131 cartuchos de calibre 12mm. A polícia encontrou também uma arma de caça submarina sem arpão, seis kit’s de lança granadas e diversos componentes e peças de armas de guerra, nomeadamente da espingarda automática G3. Estas armas não são licenciáveis pelo que a sua posse é ilegal. A mulher vai aguardar julgamento sujeita a termo de identidade e residência.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo