Sociedade | 28-01-2013 00:22

Reforçada a vigilância para evitar mais ocupações ilegais na várzea de Vialonga

A Câmara de Vila Franca de Xira reforçou a vigilância na várzea de Vialonga para evitar mais ocupações ilegais na zona enquanto está a tentar legalizar os empresários que se instalaram há anos porque estão em causa postos de trabalho. Recentemente a fiscalização municipal apanhou um empresário a despejar brita e pedra num terreno e já o notificou para remover os materiais do local. José Rodrigues preparava-se para instalar no terreno um parque para camiões. A autarquia avisa que quem pretender ocupar a zona arrisca-se também a multas pesadas. O empresário, ouvido por O MIRANTE diz que não tem capacidade económica para remover a brita e manifestou a vontade de deixar o caso arrastar-se para tribunal, por entender que está a ser prejudicado face aos restantes empresários. José Rodrigues deu como o exemplo uma empresa de gessos que alcatroou a entrada da fábrica, situada em terrenos onde também não devia estar. O vice-presidente do município, Alberto Mesquita (PS), diz que compreende a situação do empresário, mas realça que este não devia ter colocado os materiais no terreno e que os tem que retirar rapidamente porque cometeu uma ilegalidade. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo