Sociedade | 29-01-2013 05:57

Pena suspensa para dois irmãos acusados de agredirem bombeiros

O Tribunal Judicial de Abrantes condenou, recentemente, dois irmãos de 36 e 27 anos, pelo crime de ofensas à integridade física qualificada a dois elementos da corporação dos Bombeiros Municipais de Abrantes, no dia 1 de Janeiro de 2009. Os arguidos estavam acusados ainda de agressão a um terceiro elemento, o motorista da ambulância do INEM, mas o Tribunal não deu como provado a existência de agressões a este ou sequer que o mesmo tenha sido ameaçado, posteriormente, e intimidado para não falar. Em cúmulo jurídico N. Gomes, 36 anos, foi condenado,a 1 ano e cinco meses de prisão, pena suspensa em igual período, e terá que pagar, no prazo de seis meses, 200 euros aos Bombeiros Municipais de Abrantes e 200 euros ao Instituto Nacional de Emergência Médica. Já F. Gomes, 27 anos, foi condenado a 2 anos e 4 meses de cadeia, igualmente pena suspensa, e vai ter que desembolsar a mesma quantia para estas duas instituições. A pena aplicada ao mais novo dos arguidos foi maior uma vez que, para além do crime de ofensas à integridade física agravada a um dos bombeiros, ficou provado para o Tribunal que conduziu, cerca de cinco metros, a ambulância sem ter habilitação legal para o fazer e partiu um dos vidros da viatura com a pedra de um lancil, o que configura um crime de dano qualificado. Os arguidos estavam ainda acusados dos crimes de resistência e coação sobre funcionário e ainda de ameaça agravada mas acabaram absolvidos uma vez que o Tribunal não deu os mesmos como provados.Notícia desenvolvida na próxima edição semanal

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo