Sociedade | 09-10-2013

Protesto à porta do advogado Oliveira Domingos em Santarém

Os trabalhadores da Lusofane, no concelho do Cartaxo, concentraram-se em protesto na manhã desta quarta-feira, 9 de Outubro, à porta do escritório do advogado Oliveira Domingos em Santarém. O advogado representa a Caixa Geral de Depósitos como principal credora no processo de insolvência da empresa.Os funcionários estão a tentar sensibilizar o advogado, que é o representante da Caixa Geral de Depósitos na assembleia de credores, para permitir a continuidade da empresa, permitindo que esta seja vendida a um investidor que se encontra interessado. Este é o quarto protesto público dos trabalhadores, depois de se terem manifestado à porta da Lusofane, em frente à sede do banco em Lisboa e, na tarde de terça-feira, em frente do balcão da Caixa Geral de Depósitos de Santarém.A empresa de tubos de plástico, situada na Estrada Nacional 3 em Vila Chã de Ourique, está em processo de insolvência e encerrada desde Junho, deixando no desemprego 40 trabalhadores. As dívidas ascendem aos 14 milhões de euros, dos quais quatro milhões são devidos à Caixa Geral de Depósitos e 800 mil euros aos funcionários.Os trabalhadores têm-se batido pelo não desmantelamento da empresa por acreditarem que a fábrica ainda é viável e que alguns postos de trabalho podem ser salvaguardados.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo