Sociedade | 10-10-2013 13:44

Menos corridas de toiros em 2013 devido à crise

A temporada tauromáquica em Portugal encerra a 3 de Novembro, no Cartaxo, num ano marcado por uma “ligeira quebra” no número de espectáculos, motivada pela crise, revelou fonte da Associação Nacional de Toureiros (ANT). A mesma fonte indicou à agência Lusa que, em 2012, registaram-se 260 espectáculos tauromáquicos, havendo este ano uma “ligeira quebra” no número de festejos. Os dados provisórios apontam para a realização, este ano, de “240 a 245” espectáculos taurinos.“Os empresários apostaram mais nas datas tradicionais e não montaram espectáculos fora dessas alturas. A crise financeira que o país atravessa reflecte-se também nesta ligeira diminuição”, justificou. A fonte da ANT explicou ainda que, em 2012, foram cancelados mais de uma dezena de espectáculos devido ao mau tempo, situação que este ano se repetiu, tendo já sido anulados 21.A temporada tauromáquica arranca todos os anos no dia 1 de Fevereiro, em Mourão, no distrito de Évora, com a realização de um festival taurino, conhecendo o seu epílogo no início de Novembro no Cartaxo e na vila alentejana de Redondo, com a realização de duas corridas de toiros à portuguesa.Com a eliminação do feriado de 1 de Novembro, fonte da empresa que explora a praça de toiros do Cartaxo disse à Lusa que a tradicional corrida por ocasião da Feira dos Santos passou para o dia 3 de Novembro, ao passo que a Associação Tauromáquica Redondense está ainda a ponderar se promove ou não no dia 2 de Novembro um festejo taurino no Coliseu de Redondo.Até ao final da temporada estão anunciados ainda vários espectáculos, nomeadamente para as praças de toiros de São Manços, Évora, Estremoz, Azambuja, Alcochete, Vila Boim, Albufeira, Terrugem e Montijo.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo