Sociedade | 17-10-2013 12:56

Jovem incendiário cumpre 11 anos de prisão por atear vários fogos em Tomar

Um jovem pirómano poderá passar onze anos atrás das grades pela prática de crimes de fogo posto nos últimos anos. J. Rodrigues, 27 anos, foi condenado a seis anos de prisão efectiva, em cúmulo jurídico, por ter ficado provado que ateou vários fogos de incêndio na madrugada de 22 de Novembro de 2012, e vai ter ainda que cumprir mais cinco anos atrás de cadeia, pena que se encontrava suspensa, por ter incendiado em Fevereiro de 2010 cinco autocarros na estação de camionagem de Tomar. O colectivo de juízes não perdoou o facto do jovem - que estava em prisão preventiva há quase um ano - ser reincidente no crime de fogo posto, recordando, inclusive que os últimos fogos foram ateados pouco tempo após ter sido condenado a prisão com pena suspensa pelo incêndio dos autocarros. Para o tribunal ficou provado que na madrugada de 22 de Novembro de 2012, no espaço de uma hora e meia, J. Rodrigues ateou vários fogos ao longo da EN 110, vulgo Estrada de Coimbra.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo