Sociedade | 29-10-2013 11:33

Guarda faz disparos para o ar para afastar cães que atacavam homem em Torres Novas

Um militar da GNR de Torres Novas teve que fazer quatro disparos para o ar para afastar dois cães que estavam a atacar um homem de 60 anos. A situação ocorreu este domingo por volta das 16h40 depois de Posto de Torres Novas ter sido alertado pelos bombeiros que não conseguiam prestar o socorro ao homem que se encontrava inanimado no chão.Refere a GNR em comunicado que os animais eram de grande porte, da raça rafeiro alentejano. Um dos dois militares da patrulha enviada para o local saltou uma vedação para socorrer a vítima, "tendo sido necessário recorrer à arma de serviço e efectuar quatro disparos para o ar".O ferido foi depois socorrido e transportado ao Hospital de Abrantes, com ferimentos numa perna.O comando territorial de Santarém diz que os disparos foram feitos no âmbito da legislação sobre o uso de armas de fogo que permite o uso das armas em situações de emergência, quando outros meios não possam ser utilizados com a mesma finalidade. O Decreto-Lei 457/99 de 5 de Novembro diz mesmo que a arma pode ser usada para abate de animais que façam perigar pessoas ou bens ou que, gravemente feridos, não possam com êxito ser imediatamente assistidos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo