Sociedade | 07-11-2013 00:05

Abrantes tem a mais nova associação humanitária de bombeiros voluntários do país

Na fachada do edifício do quartel, no nº 1160 da Avenida D. João I, mantém-se a designação "Bombeiros Municipais de Abrantes". Na prática, o corpo de bombeiros deixou de ser municipal em Maio deste ano, passando para a responsabilidade da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Abrantes, constituída legalmente alguns meses antes, a 7 de Fevereiro. Em colaboração com os cidadãos, a câmara municipal ultrapassou as limitações que estava a enfrentar para manter um corpo de bombeiros com capacidade operacional para prestar socorro e protecção de pessoas e bens, no território municipal.Impossibilitada de contratar pessoal, nomeadamente para prestar serviço como bombeiros municipais e de gratificar o serviço prestado por voluntários, a câmara de Abrantes concluiu que, a breve prazo, o corpo misto de bombeiros municipais não teria capacidade para prestar a sua actividade de forma eficaz e contínua. Em determinada altura a autarquia chegou a recorrer à Associação de Voluntários do vizinho concelho de Constância para ser esta a pagar as gratificações aos seus voluntários mas rapidamente percebeu que tinha que avançar para outra solução.A oportunidade surgiu quando um grupo de cidadãos, conhecedor do que se estava a passar, decidiu constituir a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Abrantes. Através de protocolo, a câmara municipal transferiu o quartel, meios, viaturas e pessoal para a nova organização. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo