Sociedade | 07-11-2013 00:09

Câmaras da região precisam de melhorar a informação das suas páginas na internet

Os municípios da região precisam de melhorar o acesso e disponibilizar mais informação aos visitantes virtuais que consultam as suas páginas na internet. Actas, formulários, preçários, deliberações e transmissão em directo das reuniões de câmara são algumas das melhorias que podem ser implementadas.As conclusões estão inscritas no estudo feito por várias universidades portuguesas para a Transparência e Integridade Associação Cívica (TIAC), que quis saber quão transparentes são os municípios na internet. As câmaras de Abrantes (4º), Ferreira do Zêzere (4º) e Azambuja (21º) são dos municípios da região melhor colocados a nível nacional. O MIRANTE decidiu comparar os sites de alguns municípios da região menos bem colocados na lista nacional da TIAC com o site da Câmara da Figueira da Foz, que ficou em primeiro lugar no estudo. Para os investigadores a Figueira da Foz é um exemplo nacional de tudo o que um site municipal deve ter. As deliberações relativas às finanças do município podem ser consultados com dois cliques no rato a partir da página principal e com um horizonte temporal até 2007. É possível assistir em directo às reuniões de câmara, os preçários da água e dos serviços estão logo na página inicial e há um balcão virtual com vários serviços disponíveis, muitos deles sem necessitar de registo.Ao nível da região, o município de Santarém tem uma página menos directa no acesso a temáticas como o urbanismo e as finanças mas é mais clara no que toca a entrar em contacto com vereadores e presidência. Neste caso o número do gabinete está logo a três cliques de distância da página principal. O site da câmara escalabitana tem atalhos rápidos para os gabinetes de apoio ao investidor e consumidor e uma bolsa de emprego, mas falta-lhe um acesso mais fácil, por exemplo, às actas das reuniões de câmara. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo