Sociedade | 12-11-2013 00:39

Movimento volta a colocar coroa de flores à porta do Tribunal de Santarém

O processo aberto pelo Ministério Público por ultraje aos símbolos da soberania no ano passado não inibiu o Movimento Alvorada Ribatejo de voltar a colocar este ano uma coroa de flores à porta do Tribunal de Santarém, num protesto contra as condições da justiça e que é repetido pelo terceiro ano no início de Novembro. A coroa idêntica à que é usada nos funerais voltou a ser colocada durante a noite e de manhã a PSP foi chamada para a retirar e abrir mais uma investigação. Os elementos do movimento que tem um blogue e uma página no Facebook e onde não aparece nenhum membro identificado, colocou também uma tarja na fachada do tribunal a exigir "justiça igual para todos". Já no ano passado um dos elementos que aceitou falar com O MIRANTE, Carlos Arraiolos, garantia que o movimento ia continuar a lutar pela liberdade de expressão e por aquilo que considera estar mal. Até porque não interferem no normal funcionamento dos serviços uma vez que o protesto é feito quando o tribunal está fechado. Este ano colocaram também um cartaz a dizer que "há quem tenha medo que o medo acabe", numa alusão ao facto de haver uma investigação do Ministério Público.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo