Sociedade | 15-11-2013 00:10

Oposição volta a recusar aprovar declaração de interesse público para pedreira no Casal Farto

Voltou a ficar adiada a aprovação da declaração de interesse público para uma pedreira, situada no Casal Farto, que visa desafectar da Reserva Agrícola Nacional (RAN) uma área de exploração que se pretende regularizar. Os vereadores Nazareno do Carmo e Lucília Vieira (PS) explicaram que é fundamental o executivo municipal de Ourém aprovar a declaração de interesse público para que a empresa possa legalizar a pedreira.No entanto, tanto os vereadores da Coligação Ourém Sempre (PSD/CDS) como o vereador do movimento independente MOVE afirmaram não ter analisado o processo de forma a poderem votar a proposta. A autarquia já tinha instaurado duas contra-ordenações contra aquela pedreira, uma por construções ilegais e outra por exploração não licenciada de inertes.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo