Sociedade | 24-11-2013 00:50

Proprietária das casas das OGMA vai tapar portas e janelas para acabar com droga e prostituição

A Empordef, empresa pública que é dona antigas habitações das Oficinas Gerais de Material Aeronáutico (OGMA), em Alverca, garante que vai emparedar as portas e janelas. Apesar de a empresa não revelar quando vai fazer a intervenção, esta visa acabar com a situação que se vive nos espaços que são usados para consumo de drogas e prostituição. A Empordef admite em declarações a O MIRANTE que tem observado a degradação do local "com enorme preocupação".As antigas habitações das OGMA situam-se entre a rua da estação e a rua Joaquim Sabino Faria no centro da cidade e além de degradadas constituem um problema de saúde pública. A Câmara de Vila Franca também reconhece a "degradação social" do espaço mas diz que pouco mais pode fazer do que alertar a Empordef para recuperar as habitações. "Há no local problemas sociais muito complicados. Até podemos tirar de lá os toxicodependentes, mas se não houver condições de apoio social eles simplesmente vão ocupar outros locais", lamenta o presidente do município, Alberto Mesquita. O autarca diz que o espaço poderia ser vendido à câmara para dar lugar a, por exemplo, uma praça pública. Mas devido à contenção financeira imposta aos municípios esta não será uma realidade que se concretizará nos próximos anos. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo