Sociedade | 09-12-2013 00:21

Mais Centro distingue Câmara de Sardoal pela maior taxa de execução de projectos

A Câmara Municipal do Sardoal foi distinguida como a autarquia "com a maior taxa de execução" de projectos financiados por fundos comunitários do programa Mais Centro. O prémio foi entregue ao presidente da Câmara do Sardoal, Miguel Borges, numa sessão em Coimbra em que foi divulgada a lista dos Prémios de Reconhecimento Mais Centro 2013, atribuídos a dez entidades. Na categoria de "comunidade intermunicipal com a maior taxa de execução", a comunidade vencedora foi a do Pinhal Interior Norte, com sede na Lousã, que se extinguiu este ano, passando os seus membros a integrar entidades congéneres centralizadas em Coimbra e Leiria.O prémio da "entidade do sistema científico e tecnológico com a maior taxa de execução" contemplou o Instituto Politécnico de Castelo Branco. Fundada em 2008, a United Resins - Produção de Resinas, SA, da Figueira da Foz, foi escolhida como "empresa beneficiária com o maior número de postos de trabalho criados pelo projecto".A Konkrets, Lda, criada em 2009, na Lousã, recebeu o prémio de "empresa beneficiária do Sistema de Incentivos de Apoio Local a Microempresas (SIALM) com maior taxa de execução e investimento". Na categoria de "empresa do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (Projectos Individuais) com a maior taxa de execução e investimento", a vencedora foi a Gene PreDiT, localizada no Biocant Park - Parque Tecnológico de Cantanhede. Foram também premiadas duas empresas da Marinha Grande, a Grandesign e a CadFlow, além da Solintellysys e da Casas da Senhora da Estrela - Turismo Rural, Lda. Os prémios foram entregues no Teatro da Cerca de São Bernardo, durante a iniciativa "Cultura ao Centro - Sessão Pública de apresentação de resultados Mais Centro 2013", que incluiu testemunhos e demonstração de projetos culturais apoiados pelo programa Mais Centro.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo