Sociedade | 11-12-2013 12:06

Centro Cultural do Cartaxo dado como garantia de pagamento de dívida à Caixa Geral de Aposentações

A Assembleia Municipal do Cartaxo aprovou dar o Centro Cultural do Cartaxo como garantia bancária no âmbito da execução fiscal decorrente de uma dívida do município à Caixa Geral de Aposentações, que ascende aos 630.690 euros. O tema causou muita discussão depois de já ter causado celeuma em reunião de câmara.O município foi notificado a indicar uma garantia idónea no valor de 813.747 euros e mediante a apresentação da oneração do Centro Cultural do Cartaxo, considerado imóvel de domínio privado, poderá assim ver suspensa a execução fiscal decorrente dessa dívida e ter acesso aos mais de dois milhões de euros de fundos comunitários que tem para receber de obras já concluídas. O valor patrimonial do imóvel dado como hipoteca voluntária ascende a mais de um milhão e quinhentos mil euros."O equipamento não é dispensável, mas indispensável para mim é pagar aos nossos colaboradores", afirmou Pedro Magalhães Ribeiro referindo ser fundamental resolver esta situação até final do ano de modo a conseguir uma declaração de situação regularizada com as Finanças e com a Segurança Social.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo