Sociedade | 11-12-2013 12:10

David Santos troca Museu do Neo-Realismo pelo de Arte Contemporânea

David Santos troca Museu do Neo-Realismo pelo de Arte Contemporânea
O até agora director do Museu do Neo-Realismo em Vila Franca de Xira, David Santos, foi escolhido para dirigir o Museu Nacional de Arte Contemporânea. Santos, que dirigia o Museu de Vila Franca desde a sua criação há seis anos, foi seleccionado por concurso público para o museu de Lisboa. Diz o director que vai ocupar o novo cargo no dia 16 de Dezembro com o sentimento de ter cumprido o seu dever em Vila Franca. David Santos é natural de Vila Franca de Xira e tem 42 anos. É licenciado em História da Arte pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e está a terminar um doutoramento. David Santos a O MIRANTE que os anos dedicados ao museu de Vila Franca foram de entrega total. "Foi uma experiência enriquecedora e marcante no meu percurso que vou guardar para sempre", afirma. David refere que tentou transformar o espaço num museu da cidadania homenageando os neo-realistas e dá conta que desde da sua fundação foram desenvolvidas práticas culturais na cidade que não existiam antes. Na hora da despedida elege como memoráveis as comemorações do centenário de Alves Redol e de Soeiro Pereira Gomes e a exposição "Tarrafal - Memória do Campo de Concentração". Iniciativas que, diz, foram fundamentais para promoverem o museu a nível nacional e internacional. O presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, agradeceu, na inauguração da exposição "Álvaro Cunhal e a criação artística - numa encruzilhada dos homens", o trabalho desenvolvido por David Santos. "É um sentimento de alegria e de tristeza. Alegria porque vai ocupar um cargo prestigiante e tristeza porque não vai poder continuar connosco", salientou Alberto Mesquita.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo