Sociedade | 26-12-2013 07:48

Pais queixam-se da comida servida na escola básica de Vialonga

A associação de pais da escola dos segundos e terceiros ciclos de Vialonga considera que as refeições servidas aos alunos no refeitório são de fraca qualidade. Realça que a situação se arrasta há um ano e se agravou nos últimos meses. A comida é distribuída na escola pela Gertal, que ganhou o concurso público do Ministério da Educação para prestar esse serviço. A empresa, contactada por O MIRANTE, não responde. José Vieira, responsável da associação de pais, admite que o problema é grave e que carece de solução urgente.Para José Vieira “não é aceitável” que a comida seja frequentemente servida aos alunos e professores com qualidade que consideram não ser aceitável e garante que vai haver um protesto em breve se o problema não se resolver. Os pais queixam-se também que a quantidade é reduzida. Alguns professores já não comem no refeitório e há pais que mandam comida nas mochilas dos filhos. A associação solicitou entretanto uma reunião com a direcção da escola e um responsável da empresa para resolver o problema.Recorde-se que no ano passado a ex-directora da escola, Armandina Soares, já havia confessado que a qualidade da comida “deixava muito a desejar”. Contactado por O MIRANTE o novo director da escola, Nuno Santos, recusou tecer comentários.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo