Sociedade | 26-12-2013 16:43

Pedro Bacalhau de Samora Correia premiado com 500 euros pela dedicação aos estudos

Pedro Bacalhau recebeu prémio das mãos de Odete Beirão, viúva do investigador Edgar Cruz e Silva
Pedro Bacalhau, 18 anos, de Samora Correia, foi este ano o comtemplado com a bolsa de mérito Prof. Edgar Figueiredo da Cruz e Silva. O estudante de matemática que quer ser professor universitário desta disciplina concluiu o secundário com uma média final de 18 valores e recebe agora 500 euros de ajuda para as despesas com os estudos no ensino superior. O presidente do conselho executivo da Associação Família Beirão da Cruz e Silva, que atribui a distinção, lamenta que o montante não possa ser mais elevado. Cristóvão Beirão da Cruz e Silva sublinha que o objectivo é "premiar um estudante que se destaque pela sua excelência".Este foi o quarto ano que a associação atribuiu a bolsa de mérito e desta vez apenas concorreram três estudantes. Para Odete Cruz e Silva o número de participações reflecte a diminuição de entrada de alunos no ensino superior. A ideia do prémio nasceu após o falecimento do professor Edgar Figueiredo Beirão Cruz e Silva que leccionou na Universidade de Aveiro.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo