Sociedade | 28-12-2013 01:18

Empresa municipal do Cartaxo será extinta em Junho ou Julho de 2014

A empresa municipal do Cartaxo, Rumo 2020, tem a sua extinção prevista para Junho ou Julho de 2014 revelou o vice-presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Fernando Amorim (PS), na última reunião do executivo.Recorde-se que a Rumo 2020 foi criada no período em que Paulo Caldas foi presidente da Câmara do Cartaxo e o projecto mais polémico em que a empresa esteve envolvida foi o da construção do Parque Central do Cartaxo. A empresa municipal tem uma divida no valor de 5,363 milhões de euros, montante que integra o total da dívida do município e que, de acordo com a última auditoria interna, está fixada em 63 milhões e 192 mil euros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo