Sociedade | 30-12-2013 07:31

Municípios abdicam de 500 mil euros para Águas do Ribatejo reduzir aumentos da água

Os municípios que constituem Águas do Ribatejo decidiram abdicar das rendas dos equipamentos que a empresa intermunicipal lhes tinha que pagar para que os aumentos das tarifas de água e saneamento sejam mais reduzidos. Ao todo as câmaras prescindiram de mais de 500 mil euros. Estava previsto as taxas aumentarem 6,6 por cento no âmbito do estudo económico da empresa gestora dos sistemas e tendo também em conta a inflação. Com esta decisão os aumentos situaram-se nos 4,6 por cento. E prevê-se que não existam aumentos durante três anos.O presidente do conselho de administração da Águas do Ribatejo diz que a medida foi tomada tendo em conta as condições económicas das populações. Francisco Oliveira, que é também presidente da Câmara de Coruche, sublinha que era inevitável o aumento das tarifas para “garantir a sustentabilidade financeira da empresa e assegurar os investimentos” na melhoria da rede e dos serviços. Uma vez que, realça, os municípios não contribuem com dinheiro para as obras que são necessárias fazer.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo