Sociedade | 25-07-2015 01:13

Autarca denuncia campanha agressiva de venda de purificadores de água

Alerta partiu do presidente da Câmara Municipal de Benavente, Carlos Coutinho.

A empresa intermunicipal Águas do Ribatejo (AR) alertou os seus clientes para uma campanha de venda "agressiva" de designados "purificadores da água" que está a deixar algumas pessoas em "situações complicadas".Carlos Coutinho, presidente da Câmara Municipal de Benavente e vogal do conselho de administração da Águas do Ribatejo, disse à Lusa que o município foi contactado por algumas pessoas que assinaram contratos que não têm condição de cumprir. "São situações complicadas, de pessoas menos esclarecidas, de mais idade, com baixos rendimentos, que, face a demonstrações agressivas, acabam por assinar contratos que podem chegar perto dos 3.000 euros e que não têm condição para pagar", afirmou o autarca.Perante essas situações, Carlos Coutinho assistiu ele próprio a uma demonstração que, disse à Lusa, procura mostrar que a água da torneira, fornecida pela Águas do Ribatejo, tem partículas prejudiciais à saúde, usando para isso "imagens chocantes" de órgãos com cancro e demonstrações com reagentes e recurso a electrólise, que "deixam as pessoas assustadas".* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo