Sociedade | 26-07-2015 01:39

Investigações arqueológicas no povoado pré-histórico do Cabeço do Pé da Erra

Uma equipa de estudantes de Arqueologia da Faculdade de Letras de Lisboa e da Universidade Autónoma de Barcelona estão no Cabeço do Pé da Erra, no concelho de Coruche, a realizar escavações ao povoado pré-histórico daquela zona.As investigações arqueológicas inseridas no projecto de investigação plurianual do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa (UNIARQ) visam descobrir a origem e consolidação das primeiras sociedades camponesas (entre 6000 e 2000 anos antes da nossa era) através de escavações em sítios do neolítico antigo (Casas Novas) e do povoamento calcolítico (Cabeço do Pé da Erra e Barranco do Farinheiro).No Cabeço do Pé da Erra já foram realizadas seis campanhas de escavação que permitiram concluir que este sítio seria uma pequena quinta pré-histórica, com um fosso defensivo, que incluía uma área residencial e áreas funcionais de tecelagem, farinação, fabrico de queijo e talhe de pedra. Um povoado calcolítico que chegou aos nossos dias tal como foi abandonado sobretudo devido ao predomínio do montado no concelho de Coruche, que garantiu um excepcional estado de conservação das quintas calcolíticas do vale do Sorraia.As primeiras escavações no sítio calcolítico do Cabeço do Pé da Erra foram realizadas em 1981, no âmbito do projecto ANSOR (Antropização do Vale do Sorraia), mas a concretização do referido plano, com novas problemáticas e metodologias, foi retomada em 2010 sob a direcção científica de Victor Gonçalves e Ana Catarina Sousa da Faculdade de Letras de Lisboa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo