Sociedade | 01-09-2015 00:42

Bicicletas de uso público de Almeirim perderam a pedalada

Bicicletas de uso público de Almeirim perderam a pedalada
Em 2005 Pedro Ribeiro despontava em Almeirim como vereador com preocupações ambientais e uma das medidas em que mais se destacou foi a implementação de um sistema de empréstimo gratuitos de bicicletas aos munícipes. Dez anos passados o autarca é presidente da câmara e o projecto Algira, pioneiro na região, perdeu a pedalada e já ninguém requisita as bicicletas para andar na cidade. O que travou a iniciativa foi o sistema pouco prático de requisição e a própria autarquia ao implementar outras ideias de mobilidade na cidade. Mesmo assim o autarca não desiste e está a preparar um novo sistema mais moderno e mais funcional de cedência de bicicletas. Quando começou a funcionar a 13 de Junho, não se falava de outra coisa na cidade e o projecto andou a ser falado nos jornais e a na televisão. Em 2005 havia eleições autárquicas e o então presidente e candidato Sousa Gomes pedalou 10 quilómetros numa Algira em acção de campanha para mostrar as caras novas da lista do PS e divulgar as ideias do programa eleitoral para o troço da Vala de Alpiarça que atravessa o concelho. Em 2008 e 2009, já a perder fôlego, as bicicletas ainda foram usadas nas iniciativas do dia sem carros. A partir daí a procura do serviço caiu a pique e hoje as máquinas a pedais estão em arrecadações da câmara. O presidente do município reconhece que não vale a pena insistir num modelo que está ultrapassado e por isso está a preparar um novo projecto. Pedro Ribeiro revela que no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano está um projecto idêntico ao que Santarém implementou em 2012, que é mais cómodo. Este funciona com um cartão electrónico com código secreto, requisitado no posto de turismo, que permite a utilização ao longo de todo o ano das bicicletas, estacionadas em vários postos. Este projecto que a Câmara de Almeirim pretende candidatar a fundos comunitários já em Setembro, representa um investimento de cerca de 150 mil euros e é financiado a 85 por cento.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo