Sociedade | 05-11-2015

Vida complicada para os trabalhadores da Rical em Santarém

A vida dos 70 trabalhadores da fábrica da Rical em Santarém, que a Unicer vai fechar em Abril do próximo ano não está fácil. Depois de comunicada a decisão de encerrar a unidade de produção e enchimento de sumos e refrigerantes em Santarém, a 8 de Outubro, os funcionários manifestaram-se à porta da fábrica na tarde desta quinta-feira, 5 de Novembro.Os sindicatos já anunciaram que os trabalhadores irão fazer greve uma hora por cada turno.A Unicer comunicou na quinta-feira, 8 de Outubro, a decisão de encerrar a unidade de produção e enchimento de sumos e refrigerantes em Santarém (ex-Rical), onde trabalham 70 pessoas, alegando quebras nas vendas para o mercado angolano.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo