Sociedade | 07-11-2015 01:20

Antigo cinema de Aveiras de Cima é ninho de ratos e degradação avança

Queda de pedras e quantidade de ratos que sai do local motiva queixas dos transeuntes e habitantes locais.

O edifício do antigo cinema em Aveiras de Cima está a causar apreensão junto da população que por ali passa diariamente, não só pelo mau estado de conservação, mas também pela quantidade de ratos que dali sai. O prédio, situado no Largo dos Combatentes, local de passagem frequente para a população, apresenta cada vez maior degradação e são frequentes as queixas de pedras a cair. "O edifício tem um proprietário que já foi várias vezes contactado pela Protecção Civil, que já falou mesmo com ele, porque o espaço apresenta uma forte degradação e de tempos a tempos caem pedaços da caliça para a via pública e é perigoso, embora estruturalmente o edifício não esteja em risco", explica o presidente da Junta, António Torrão.No entanto, o maior incómodo para os transeuntes nos últimos tempos tem sido a quantidade de ratos que sai do edifício e também a quantidade de veneno para os roedores que foi espalhado no local, mas que ficou a céu aberto, ao alcance das crianças que passam no local."Há dias foi feita uma desratização e o produto esteve à vista de todos, o que motivou algumas queixas por parte de populares, também porque não houve qualquer aviso para os transeuntes. É verdade que ali há muitos ratos, que aparecem ainda mais agora com estas chuvas que têm caído", assegura o autarca.Recorde-se que o edifício foi comprado por um privado com a intenção de construir um bloco de apartamentos, plano que não avançou devido à crise. No entanto, os sinais de degradação são evidentes e já por mais de uma vez houve viaturas atingidas por pedras. A Câmara Municipal de Azambuja pode obrigar o proprietário a efectuar obras no local, caso o mesmo apresente risco de ruir, mas ainda não houve qualquer acção nesse sentido. O MIRANTE tentou chegar à fala com o proprietário, mas tal não foi possível.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo