Sociedade | 20-11-2015 12:57

Recolha de ADN de Salgueiro Maia para apurar se este deixou um filho

Recolha de ADN de Salgueiro Maia para apurar se este deixou um filho
Os restos mortais do herói da revolução do 25 de Abril, Salgueiro Maia, foram exumados para recolha de ADN com vista a testes para se determinar se um luso-americano é filho do capitão de Abril. O aparecimento de um possível filho de Salgueiro Maia foi revelado em primeira mão, em Setembro de 2013, por O MIRANTE, quando o jovem que reclama ser seu filho, e que vive nos Estados Unidos da América, entrou com um processo de reconhecimento de paternidade na justiça portuguesa. A exumação, que ocorreu em Castelo de Vide, onde está sepultado, foi determinada pela secção de Família e Menores do Tribunal da Comarca de SantarémO jovem, actualmente com 30 anos. Para desvendar o caso é determinante o resultado dos testes, apesar de terem sido chamados ao processo a viúva do capitão de Abril, Natércia Maia e os dois filhos adoptivos do casal Maia. A mãe do jovem, uma açoriana que o militar terá conhecido quando esteve de serviço na ilha, é outra das requeridas no processo e passará também por ela grande parte do desvendar deste segredo até agora escondido.Até agora nunca tinha sido colocada a possibilidade de Salgueiro Maia, que saiu com uma coluna da Escola Prática de Cavalaria para derrubar o regime ditatorial, ter deixado descendência.O jovem que se intitula filho do militar já fez uma alteração ao seu registo incluindo os apelidos Salgueiro Maia a seguir aos dois nomes próprios. No processo judicial aparece identificado com esses apelidos. Atendendo à idade do jovem, o seu nascimento ocorreu numa altura em que Salgueiro Maia se encontrava em funções em Santarém, depois de uma passagem pelos Açores onde esteve colocado até 1979. A partir desse ano exerceu funções de comandante do Presídio Militar de Santarém e em 1984 regressa à Escola Prática de Cavalaria de onde tinha saído em 1974 com uma coluna militar para derrubar o regime no dia 25 de Abril. Em 1989 foi-lhe diagnosticado um cancro e veio a morrer em 4 de Abril de 1992.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo