Sociedade | 25-11-2015 13:16

Câmara de Santarém põe património à venda

A Câmara de Santarém vai colocar novamente em hasta pública um conjunto de prédios urbanos e um terreno, com o intuito de arrecadar receitas extraordinárias. O valor global é de cerca de um milhão e 100 mil euros, mas o preço base de licitação dos imóveis tem baixado gradualmente de hasta pública para hasta pública. Recorde-se que a autarquia tem, nos últimos anos, colocado no mercado regularmente algum do seu património imobiliário, mas sem grande êxito, pelo que volta agora à carga.À venda está novamente a área do antigo bairro 16 de Março, com 3.185 metros quadrados, cujo preço de licitação tem descido acentuadamente. Em 2010 o valor base era de um milhão de euros. Passou para 820 mil euros na hasta pública aberta no final de 2014 e está agora em 574 mil euros na proposta aprovada pelo executivo camarário na sua última reunião.O prédio degradado situado na Avenida António Maria Batista tem agora um preço base de licitação de 273 mil euros, que também foi reduzido substancialmente. Em anteriores hastas públicas o valor dado a esse imóvel já esteve nos 402 mil euros e nos 390 mil euros.Os valores base de licitação também foram reduzidos para os restantes imóveis, visando atrair potenciais interessados numa altura em que o mercado imobiliário dá alguns sinais de retoma. Integram também a lista os seguintes prédios urbanos: na Travessa da Roda nº. 19 e 21 (151.090 euros); na Rua José Paulo nº. 2, 4, 6 e 8 (71.268 euros); na Rua de Palhais (Ribeira de Santarém) nº. 46 e 46A (10.453 euros); e na Rua José Paulo nº. 10 (10.242 euros).

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo