Sociedade | 06-04-2016 00:13

Quercus questiona análises feitas na Segurança Social de Vila Franca de Xira

A associação ambientalista Quercus questionou na última semana as análises feitas pelo Instituto Ricardo Jorge à presença de amianto nas instalações da Segurança Social de Vila Franca de Xira e defende a realização de novos testes. O documento foi tornado público durante uma manifestação dos trabalhadores à porta da câmara municipal. A Quercus considera também que o Instituto Ricardo Jorge não dispõe das cerificações necessárias para as análises que fez nas instalações da Segurança Social e afirma que o método de avaliação não foi o mais correcto. Os ambientalistas consideram ainda haver matéria suficiente para fazer uma contra-análise usando novos métodos. Já no início do mês a Quercus se tinha oferecido para realizar uma análise às instalações e prometeu devolver resultados em sete dias, mas o pedido não foi aceite.Alberto Mesquita, presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, diz que o Instituto Ricardo Jorge lhe merece "toda a credibilidade" e que por isso entende que as dúvidas da Quercus devem ser remetidas ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1378
    22-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1378
    22-11-2018
    Capa Vale Tejo