Sociedade | 07-04-2016 00:01

Discoteca na cave de prédio da Póvoa de Santa Iria não deixa dormir moradores

Vários moradores da rua Alberto Sanches de Castro, na Póvoa de Santa Iria, estão descontentes com o ruído nocturno proveniente de uma discoteca que se instalou na cave de um prédio em Setembro do ano passado e que afecta o descanso da vizinhança.A polícia já foi chamada perto de uma centena de vezes à discoteca Perfect Sin Club por causa do barulho que, garantem, vai quase sempre além das quatro da madrugada e vários moradores já apresentaram queixas à ASAE - Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, ao Provedor de Justiça, à polícia e à Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. Mas a verdade é que o assunto continua por resolver passados mais de seis meses. Um dos moradores, José Ferreira, revela a O MIRANTE o problema: vive num apartamento com quatro quartos e ao fim-de-semana é forçado a dormir na sala para poder ter descanso. Já instalou duas janelas isoladoras no quarto mas mesmo assim a batida da discoteca entra-lhe pelos ouvidos dentro. Sérgio Lopes, gerente da discoteca Perfect Sin Club, explica a O MIRANTE que tem conhecimento de queixas "por parte de um vizinho" e assegura já ter mostrado toda a "empatia para com a situação e o incómodo não intencional" que a discoteca esteja a causar. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo