Sociedade | 12-04-2016 13:39

Presidente da Raposa comete irregularidade ao votar contrato e ordenado da filha

Presidente da Junta da Raposa, Cristina Casimiro
A presidente da Junta da Raposa (Almeirim), para a qual foi contratada a filha da autarca, votou na reunião do executivo a contratação, a definição do ordenado da filha e do júri do período experimental que vai verificar se Marta Casimiro possui as competências exigidas para as funções. Cristina Casimiro (PS) estava impedida legalmente de participar nestas deliberações, que por isso são anuláveis, segundo o que está determinado no Código do Procedimento Administrativo.Cristina Casimiro absteve-se mas cometeu uma irregularidade ao participar numa deliberação na qual tinha interesse directo, conforme estabelece também o Regime Jurídico das Autarquias Locais. * CONHEÇA OS PORMENORES NA EDIÇÃO SEMANAL EM PAPEL DE QUINTA-FEIRA

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo