Sociedade | 27-04-2016

Presidente da República prestou tributo a Salgueiro Maia em Santarém

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve em Santarém na tarde de dia 25 de Abril, numa cerimónia de homenagem a Fernando Salgueiro Maia onde anunciou que vai condecorar, a título póstumo, esse capitão de Abril e figura icónica da Revolução dos Cravos com a Ordem do Infante D. Henrique.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve em Santarém na tarde de dia 25 de Abril, numa cerimónia de homenagem a Fernando Salgueiro Maia onde anunciou que vai condecorar, a título póstumo, esse capitão de Abril e figura icónica da Revolução dos Cravos com a Ordem do Infante D. Henrique. A condecoração será no dia 1 de Julho, data de nascimento de Salgueiro Maia.

Perante entidades civis e militares, autarcas, deputados e uma vasta assistência que não regateou nos aplausos, Marcelo Rebelo de Sousa enalteceu a figura de Salgueiro Maia, o jovem capitão que liderou a coluna militar da Escola Prática de Cavalaria (EPC) de Santarém decisiva no golpe de 25 de Abril de 1974 que derrubou a ditadura. O Presidente da República classificou Salgueiro Maia como um homem “simples, sem ambição de mando ou de glória”, que se envolveu nessa missão com sentido de dever e “sem pensar no significado histórico do momento”.

O presidente da Câmara de Santarém foi o primeiro a falar e após os elogios à figura de Salgueiro Maia revelou a intenção da autarquia em criar na antiga Escola Prática de Cavalaria o Museu do 25 de Abril e da Liberdade. Nesse sentido, Ricardo Gonçalves pediu a “ajuda” de Marcelo Rebelo de Sousa “para recuperar o espólio do Museu da Cavalaria Tenente Coronel Salgueiro Maia, que actualmente se encontra em Abrantes”, para onde foi transferido na sequência da mudança da EPC para essa cidade.

“Sr. Presidente já temos fundos comunitários para criar o futuro museu, assente na temática do 25 de Abril, na história da Escola Prática de Cavalaria e em Salgueiro Maia, necessitamos apenas de aumentar o seu espólio e de um embaixador, que represente os seus valores em Portugal e no mundo”, disse Ricardo Gonçalves que deixou o convite simbólico ao Presidente da República para ser o embaixador desse futuro museu.

Ricardo Gonçalves sublinhou que Santarém assume a responsabilidade de “não deixar esquecer o seu papel da nossa cidade na edificação de Portugal e da democracia” e que continuarão a trabalhar “para perpetuar os valores de Abril”

Na sessão que decorreu no Jardim dos Cravos, junto à estátua de Salgueiro Maia, houve ainda tempo para a actuação da banda da Sociedade Filarmónica Alcanedense e para a neta de Salgueiro Maia, Daniela, ler um poema dedicado ao avô.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo