uma parceria com o Jornal Expresso
16/08/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Sociedade | 26-07-2016

Confusão entre ambientalista e empresários em Torres Novas

Queixoso afirma que foi agredido com um soco no peito e ameaçado que não tinha nada que estar ali.

O ambientalista Arlindo Consolado Marques vai apresentar queixa no Ministério Público contra o dono da empresa Fabrióleo, situada em Torres Novas, e contra um filho deste, por alegada agressão e danos causados no seu automóvel. Episódios que relaciona com uma suposta "retaliação por denunciar crimes ambientais" contra o rio Almonda e seus afluentes.

O queixoso diz que, na manhã de segunda-feira, 25 de Julho, foi abordado pelo dono da Fabrióleo quando se encontrava a filmar o que seria mais uma descarga na ribeira da Boa Água. Afirma que foi agredido com um soco no peito e ameaçado que não tinha nada que estar ali.


Contactado, Pedro Gameiro, que também pertence à administração da empresa, refuta as acusações e diz que o que se passou foi um "acidente de viação normal". O MIRANTE também tentou contactar o dono da Fabrióleo, mas não foi possível obter a sua posição.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1311
    09-08-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1311
    09-08-2017
    Capa Médio Tejo