Sociedade | 04-11-2016 14:03

Orçamento de Abrantes cresce 22% à boleia dos fundos comunitários

Ano de eleições autárquicas vai ser também ano de muitas obras.

O orçamento da Câmara de Abrantes para 2017 ronda os 32 milhões de euros, o que representa "um aumento de cerca de 22 por cento face ao ano anterior, que se deve ao quadro comunitário Portugal 2020 que está a começar a disponibilizar verbas para que os municípios façam aquilo a que se comprometeram”, explicou a presidente da autarquia, Maria do Céu Albuquerque.

A primeira grande obra, cuja empreitada começará ainda durante o ano de 2016, prende-se com a requalificação do Convento de São Domingos para a instalação do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte (MIAA). Está prevista também uma intervenção no Vale da Fontinha para instalar os mercados e feiras e também estacionamento. Também está projectada a requalificação do Bairro de Vale de Rãs.

A recuperação do Edifício Carneiro para a instalação do Museu de Arte Contemporânea Charters de Almeida, a ampliação da Quartel Galeria Municipal, a requalificação do Castelo e zona envolvente, as obras da Igreja de São Vicente, da Igreja de Santa Maria do Castelo e o Colégio de Nossa Senhora de Fátima para a instalação do centro escolar da cidade.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo