Sociedade | 06-11-2016 18:00

Ainda não foi feita vistoria à casa cheia de cães e gatos

Caso passa-se em Vila Chã de Ourique, Cartaxo, e suscitou um abaixo-assinado com queixas dos moradores da zona.

A Câmara Municipal do Cartaxo ainda não foi notificada pelo Ministério Público para a realização de uma vistoria a uma casa em Vila Chã de Ourique que serve de abrigo a vários cães e gatos, num caso que pode comprometer a saúde pública e o bem estar animal. Segundo declarações do presidente da autarquia a O MIRANTE, "está para ser feita nova vistoria pela delegação de saúde ainda sem data agendada".

Pedro Ribeiro (PS) refere que já recebeu a senhora que apresentou queixa mas ainda não tem desenvolvimentos deste caso. O autarca aguarda pela notificação do Ministério Público e acrescenta que estão a ser realizados todos os procedimentos legais.

Uma das promotoras do abaixo-assinado que teve 57 subscritores, Maria Cristina Costa, cujo irmão é herdeiro da casa que está arrendada às duas senhoras colectoras de animais há mais de um ano, sabe que o caso é complicado e diz já não ouvir o latir dos cães: "Parece-me que retiraram a maioria dos cães, senão todos. Fui lá recentemente, bati ao portão e não ouvi nenhum cão a ladrar apesar das senhoras não atenderem", acrescenta. Com o tempo mais fresco o cheiro já não é tão intenso como dantes, segundo Maria Cristina.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo