Sociedade | 07-11-2016 12:32

Fundos comunitários são garantia de obras no Sardoal

Município aprovou orçamento de quase 10 milhões de euros para 2017.

A Câmara Municipal de Sardoal aprovou por maioria as Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2017 num valor de 9,8 milhões de euros, num acréscimo de 2,4 milhões relativamente a 2016, anunciou a autarquia. O documento, que contou com os votos favoráveis da maioria PSD e do Grupo Independentes por Sardoal (GIS), (voto contra do vereador do PS), contempla várias obras no concelho cofinanciadas por fundos comunitários.

De entre o conjunto de investimentos relatados no documento, o presidente da Câmara de Sardoal, Miguel Borges (PSD), destaca, na área da educação, a requalificação do parque escolar, que "representa uma fatia significativa do orçamento" (cerca de 3,7 milhões de euros) e "projectos a implementar no âmbito do combate ao abandono e insucesso escolar".

No referente a obras e infraestruturas, o documento contempla a substituição de condutas de abastecimento de água e repavimento em Panascos e Valhascos, avaliadas em cerca de 600 mil euros", disse Miguel Borges, e ainda intervenções noutras localidades, nomeadamente Casos Novos, Entrevinhas, Lameiras, Mogão, Cabeça das Mós e Vale da Amarela, obras que não têm financiamento comunitário, havendo "previsão de capacidade de endividamento global na ordem dos 850 mil euros".

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo